Saúde

Pare de sofrer: Tendinite tem tratamento

Data de Atualização: 27 de junho de 2017
Redação ConsultaClick | Saúde

Quem sofre de tendinite sabe como coisas simples do dia a dia podem se tornar verdadeiros desafios. Pentear os cabelos, dar a seta no trânsito ou amarrar o cadarço do tênis tornam-se tarefas dolorosas e complicadas. Por se tratar de uma doença muito popular, é comum surgirem dúvidas sobre o assunto.

Tendinite é caracterizada por inflamação, inchaço e lesão no tendão (estrutura fibrosa que une o músculo ao osso). Em casos mais graves, pode haver degeneração do músculo. Quem tem a doença sabe como o processo inflamatório é doloroso.

Quem realiza movimentos repetitivos corre o risco de desenvolver tendinite

movimentos repetitivos

Tendinite pode ser provocada por lesões, desgaste ou envelhecimento da estrutura. Com o passar do tempo, é normal que o tendão perca a elasticidade. Se você realiza movimentos repetitivos por longos períodos, é possível que venha a ser vítima da inflamação.

Conheça os sintomas

tratamento tendinite

Quem passou pelo diagnóstico da doença sabe muito bem reconhecer os sintomas. Além das dores intensas, ocorre sensibilidade no local sempre que o músculo ligado ao tendão é usado. A articulação pode ficar ainda mais dolorida à noite e durante atividades que exigem esforços. Procure um médico se notar qualquer um destes sintomas.

Alguns tendões são mais propensos à inflamação

tendoes mais propensos

Fique alerta: a tendinite pode atingir qualquer tendão do corpo. Porém, é mais comum que a doença se desenvolva nos cotovelos, calcanhares, ombro e pulso. Existem exames específicos para diagnosticar a doença em cada ligamento.

Saiba como é o tratamento

5

Tratar o problema é essencial para melhorar a qualidade de vida do paciente. Uma das técnicas mais usadas é a imobilização do tendão. Medicação via oral ou injetável também pode ser prescrita por especialistas. Depois que a inflamação for controlada, resultando na redução das dores, pode ser recomendado realizar sessões de fisioterapia. O objetivo é alongar e fortalecer a musculatura ligada ao tendão afetado e, assim, evitar novas lesões.

Para prevenir a doença, mexa o corpo

prevencao de tendinite

– Antes de iniciar uma atividade física, se aqueça realizando movimentos lentos.

– Não abra mão de alongar todo o corpo no decorrer do dia.

– Evite ao máximo realizar movimentos repetitivos.

– Se você trabalha sentado, levante-se e ande um pouco, pelo menos uma vez a cada hora.

– Quando estiver digitando, procure não ficar com os punhos dobrados.

Atenção

agravamento de tendinite

Algumas atitudes podem piorar o quadro ao invés de ajudar a sanar o problema. É comum que quem sofre de tendinite no punho recorra ao uso de munhequeira, o acessório ajuda a manter o tendão no lugar, aliviando as dores. Mas é preciso cuidado, o uso excessivo pode deixar o músculo mais frágil, resultando no agravamento da lesão.

Bolinhas ortopédicas, principalmente os modelos pesados, são capazes de piorar as dores. Lembre-se de que elas são feitas para fortalecer a musculatura de tendões saudáveis. Ficar rodando as bolinhas entre os dedos gera movimentos repetitivos. E, obviamente, quem sofre de tendinite não quer isso.