Criança

Cinco milhões de crianças e adolescentes sofrem com dores de cabeça

Data de Atualização: 28 de março de 2017
Redação ConsultaClick | Criança

criancas_blogParece coisa de gente grande, mas crianças e adolescentes também podem sofrer com fortes dores de cabeça. No Brasil, o número é assustador. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCe), cinco milhões de jovens têm o problema.

Frequentemente os pais não dão a devida importância às queixas da garotada. As dores recorrentes podem afetar o rendimento escolar e até o comportamento social das crianças. A SBCe afirma ainda que todos os anos 2,4 milhões de brasileirinhos faltam à aula por estarem com dor de cabeça. As meninas sofrem mais por conta de alterações hormonais, uma das principais causas das crises de enxaqueca.

O estudo apresentado pela SBCe aponta que das crianças e adolescentes ouvidos, 75,5% se queixam quatro vezes a cada 30 dias, 4,1% sofrem com o problema entre 5 e 9 dias por mês, 1,5% tem dores uma vez a cada dois dias, 1% convive com o distúrbio quase que diariamente e 17,9% nunca reclamaram de dor de cabeça.

Fiquem atentos às queixas dos seus filhos. Intensas dores de cabeça que surgem rapidamente são sinais de alerta. Leve a criança ao pediatra com frequência e acredite quando ela disser que algo incomoda, pode não ser apenas uma desculpa para faltar à aula.