Saúde

Vai consultar o Dr. Google?

Data de Atualização: 25 de abril de 2016
Redacao ConsultaClick | Saúde

cybercondria tem sido um mal à saúde mundial. Aos sinais de qualquer anomalia física ou mental, muitas pessoas não pensam duas vezes e consulta do Dr. Google. Por outro lado, a rede não é tão vilã assim.

Antes de tudo, pondere alguns pontos, pois os riscos de seguir orientações leigas em comunidades em fóruns virtuais são enormes, adverte a pesquisadora da Universidade de São Paulo, Wilma Madeira.

Quer uma consulta na net? Antes, tire suas dúvidas e aprenda a utilizar essa ferramenta da melhor maneira diante de qualquer diagnóstico duvidoso.

Fontes confiáveis

Até mesmo no Google as pessoas podem obter informações confiáveis. São as chamadas fontes de pesquisas tecnocientíficas. Para encontrá-las use as versões acadêmicas de sites, como o www.scholar.google.com.br

Seus direitos

Outra dica é usar a rede para buscar informações sobre direitos do paciente. Em posse desse conhecimento, você saberá se está sendo bem atendida e poderá buscar uma segunda opinião médica do seu quadro clínico. Procure fontes legais como o novo código de ética médica e use comunidades específicas para pedir ajuda de especialistas.

Relação médico-paciente

Aproprie do conhecimento adquirido para questionar melhor os médicos reais. “Se não entendo o especialista, como posso questioná-lo?“, observa a pesquisadora, concluindo que o acesso ao significado de termos técnicos e até de protocolos de atendimento podem melhorar a relação médico-paciente. “Se o médico entende dúvidas e angústias do paciente, poderá diagnosticá-lo melhor“, conclui Wilma.

Fonte: 7 Dias com Você